sábado, 7 de maio de 2011

UMA ROSA COM AMOR x AMOR E REVOLUÇÃO

Claudio Lins e Carla Marins

Estou acompanhando a reprise de Uma Rosa com amor, mesmo tendo acompanhado a trama em 2010, ou seja, mesmo lembrando tudo o que vai acontecer na história, é que simplesmente gosto da história de Claude (Claudio Lins) e Serafina (Carla Marins).
Como todos que lêem o blog sabem assisto Amor e Revolução, e acompanhar as duas novelas ao mesmo tempo me fez chegar a uma triste conclusão: Tiago Santiago não evoluiu como autor, ao contrario, regrediu!
Claudio Lins e Graziela Schmitt
Os diálogos, a história, os personagens de Uma Rosa Com Amor são bem melhores que os de Amor e Revolução, é verdade que Uma Rosa Com Amor é uma adaptação da obra de Vicente Sesso, mas Tiago poderia ter estragado a história original com seu didatismo mas não o fez, até mesmo Claudio Lins, que amo de paixão, está mais lindo e mais a vontade no papel de Claude do que no de José.
Na verdade o único defeito de Amor e Revolução são os diálogos escritos por Tiago e a falta de romantismo na trama, mesmo sendo um momento muito duro e vergonhoso na história do Brasil não é possível que ninguém amasse naquela época, que todos só pensavam em revolução e ditadura vinte e quatro horas por dia!
Amor e Revolução me faz lembrar “Mutantes” também escrita por Tiago em seus tempos de Record, é que assim como acontecia quando eu assistia Mutantes quando assisto Amor e Revolução, fico sentada diante da TV me perguntando “o que é que eu estou fazendo aqui?”, a resposta eu nunca sei mais uma coisa é certa: quando assisto uma Rosa Com Amor dou muita risada com as trapalhadas de Serafina e Claude mas quando assisto Amor e Revolução sinto duas coisas, náuseas e dor nos ouvidos, sendo assim já dar pra saber de qual eu gosto mais não é?

Um comentário:

  1. As novelas são completamente diferentes, uma mais leve e a outra pesadaaaa
    !

    ResponderExcluir