sexta-feira, 5 de agosto de 2011

O fim de Léo em Insensato Coração

Os autores Ricardo Linhares e Gilberto Braga vêem escrevendo vários desfechos para seus personagens centrais, afim de que o público não fique sabendo antecipadamente o que vai acontecer nos últimos capítulos de Insensato Coração.
São tantas cenas falsas que a especulações sobre se Léo (Gabriel Braga Nunes) irá mesmo morrer.
Segundo Patrícia Kogut os autores entregaram para a direção da novela dois finais para a “tragédia grega” de Norma (Glória Pires) e Léo.
Em um dos finais, Norma irá escutar uma discussão entre Léo e Pedro (Eriberto Leão) na qual o vilão dirá que só transa com ela por interesse “ Penso na besteira que tiver que pensar pra chegar lá, mas chego, me garanto, a Norma não saca nada, sai da transa felizinha, realizada...” - dirá o vilão, sem imaginar que Norma estará ouvindo tudo. “Eu encaro o que for, encarei a Carmem (Nivea Maria), encaro a Norma, pensando em qualquer vagabunda que eu peguei na rua, e dou boa vida a ela, mesmo sem sentir nada”.
Diante da revelação de Léo, Norma pedirá que Pedro vá embora. Ajoelhado, Léo dirá que a ama e tentará enganá-la mais uma vez. Em vão.
“Levanta daí, coisa nojenta! Não suporto mais olhar pra tua cara, você tá acabado, eu vou te entregar pra polícia” -  dirá Norma, pegando uma arma.
Ela não terá a intenção de matar Léo, apenas quer mantê-lo sob sua mira até que Wagner (Eduardo Galvão) e a polícia cheguem. Num momento de distração, Léo conseguirá tomar o revólver e acertará três tiros nela. O vilão fugirá.
Na outra versão enviada pelos autores à produção, é Léo quem acabará morto nos capítulos finais de "Insensato coração". Ele será esfaqueado, após uma discussão com Norma.
Nessas cenas, Norma e Léo também brigarão por causa de Carmem (Nívea Maria). Ao descobrir que Léo enganou outra viúva quando chegou no Rio - e que estava escondendo dela esse golpe - Norma decidirá entregá-lo à polícia.
Norma apontará uma arma para o vilão, mas ele acabará golpeando-a com uma cadeira e trancando-a no quarto. Ela conseguirá destrancar a porta e sair do quarto. Mas encontrará Léo morto, com uma faca cravada no peito.
Para esse final, os autores escreveram uma sinopse na qual a assassina de Léo é Eunice (Deborah Evelyn). A perua resolve ir à casa de Norma pedir doação para a Liga da Família Carioca, lá Eunice encontra Ismael (Juliano Cazarré), descobre que ele não tem filho nenhum e começa uma discussão com ele. No meio da briga chega Léo que descobre que Ismael é o amante da perua.
Desmascarada, Eunice fica sem reação enquanto Léo começa a xingar-la de "piranha" e "ordinária", mas decide tirar vantagem e a chantageia. "Eu não vou contar nada a ninguém, nem para a Norma. Sabe por quê? Eu quero ter você nas minhas mãos. Tenho um plano, e você vai me ajudar a destruir uma certa pessoa", diz Léo.
Eunice vai embora, mas, ao chegar em casa, decide acabar de vez com o problema e volta para casa da viúva. Ela também tem um outro bom motivo para ser a assassina, Léo sabotou o avião de Pedro, que matou acidentalmente Luciana (Fernanda Machado). Eunice nunca se conformou com a morte da irmã.
Enquanto isso na mansão, Norma descobrirá que Léo roubou a pulseira de Marina (Paola Oliveira), tentou matar Pedro e enganou Carmem (Nívea Maria). A milionário decide, então, entregar Léo à polícia. Revoltada, ela aponta um revólver para ele, mas o vilão consegue desarmá-la e a tranca no quarto.
Nesse meio de tempo, Norma consegue a chave reserva, pega a arma novamente e abre a porta. Quando chega na sala encontra Léo morto com uma faca enfiada no peito. Em seguida, Raul chega na mansão e concluiu que Norma matou seu filho. "Você matou o Léo", dirá o pai do vilão. Norma será presa por ser a principal suspeita do assassinato.
Ainda não se sabe qual dos desfechos irá ao ar, mas os autores prometem uma tragédia para a dupla na reta final de "Insensato coração".

2 comentários:

  1. Caraca, dois finais emocionantes. Mas a Norma sendo presa de novo por causa do Léo seria uma final surpreendente. Gostei mais desse..rsrs

    ResponderExcluir
  2. Pena que não foi o que rolou...

    ResponderExcluir